Queimação Incomoda
Queimação no estômago e sensação de indigestão são conseqüências comuns após o consumo de comidas pesadas e gordurosas. Com o inverno, os alimentos considerados leves como saladas exemplo, dão espaço a refeições mais pesadas e quentes como carnes, feijoadas e os tradicionais fondues de queijo e chocolate. Essa alimentação inaqueda, associada à outros fatores, pode gerar alguns problemas de estômago, como a gastrite. Descrita pelos pacientes como uma azia, a gastrite é uma inflamação na mucosa do estômago, que têm diversar causas. A principal delas é uma bactéria, conhecida como Helicobacter Pylori, ingerida por meio de água ou alimentos contaminados. “Essa é a única bactéria capaz de se alojar no estômago. Todas as outras morrem quando entram em contato com o ácido produzido nesse órgão”, explica o gastroenterologista Elson Vidal Martins Júnior. “ Atualmente ela é a principal causa da gastrite e, em casos avançados, pode desenvolver úlcera e câncer no estômago”, complementa. O consumo de medicamentos, como aspirina, e antiiflamatórios também são fatores capazes de desenvolver a inflamação. “Não é apenas o uso frequente de medicamentos que pode sensibilizar a mucosa do estômago, mas certas substâncias podem sensibilizá-lo de uma forma mais intensa em algumas pessoas. Por isso a prescrição médica é fundamental”, afirma. Segundo Martins, algumas substâncias em excesso como o café, queijos, condimentos e álcool podem ser irritantes para a mucosa gástrica. “A alimentação balanceada é essencial para evitar problemas no estômago”, garante. Fatores psicológicos como estresse emocional e ansiedade favorecem os sintomas. “Quando estamos muito ansiosos ou nervosos há um aumento de ácido produzido no estômago e a sensação de queimação é o reflexo da presença acentuada desse ácido”, explica o médico. O estômago vazio também gera a sensação de azia, já que o ácido produzido permance atuando sozinho no órgão.

Sintomas: Dores na parte superior do abdômen e a azia, que é a sensação de queimação no estômago, são as principais manifestações clínicas da gastrite. “É o sinal que há alguma alteração e também a conseqüência do que está acontecendo no estomago”, aponta. Esse desconforto por melhorar, ou não, após a ingestão de alimentos. Segundo Martins, a sensação de queimação na parte mais alta do abdômem, desconforto sentido após as refeições, é chamada de refluxo e pode estar associada, ou não, à gastrite. A saciedade precoce, ou seja, sensação de empachamento logo após a aliementação-sintoma que pode levar à redução e perda do apetite, é outro sinal de gastrite. Náuses e vômitos, geralmente acompanhados de desconforto também podem acontecer em casos mais avançados. Para o diagnóstico preciso, é feito um exame, chamado de endoscopia onde é possível coletar o material necessário para análise por meio de tubos flexíveis introduzidos pela cavidade oral. Esses instrumentos permitem visualizar a mucosa (revestimento interno) do tubo digestivo, e realizar detalhada avaliação. Inicialmente, examina-se o órgão como um todo, para verificar se há alguma alteração em seu revestimento.

Prevenção: Manter uma alimentação balenceada é o principal e único fator prenventivo da gastrite. Evitar frituras, gorduras e bebidas alcoólicas em excesso, são ações fundamentais para evitar a inflamação. “Comer em horários adequados, evitando ficar com o estômago vazio é importante. O ideal é comer a cada 4 horas”, comenta o gastroenterologista. A melhoria das condições sanitárias, do tratamento da água de consumo doméstico, da higiene pessoal (lavar as mãos antes de tocar alimentos), dos cuidados no preparo e na conservação dos alimentos, faz decrescer significativamente as vítimas das toxinfecções alimentares (gastroenterites). O tratamento também é realizado por meio da correção alimentar. “Os medicamentos são utilizados com a finalidade de diminuir a secreção de ácido no estômago”, finaliza.
Boqueirão News
20/06/2009


 
     
  HOME | A CASA DA HEPATITE | HEPATITE | NOTÍCIAS | CONTATO
Casa da Hepatite - Universidade Metropolitana de Santos
Developed by GDM - Unimes Virtual